Belo-PB estreia hoje contra o Operário-MS pela Copa do Brasil

23 13UTC am12201900282019 13UTC 2018

O Botafogo inicia hoje a sua 16ª participação na Copa do Brasil. O Belo vai encarar o Operário de Mato Grosso do Sul, às 20h30, no Estádio Morenão, em Campo Grande. A arbitragem da partida será feita por um trio do Distrito Federal. Sávio Pereira Sampaio será o árbitro central, auxiliado por Daniel Henrique da Silva Andrade e Leila Naiara Moreira da Cruz. Como é melhor ranquiado do que o adversário, o Botafogo tem a vantagem de jogar pelo empate, para seguir na competição.

Já para o time da casa, apenas a vitória interessa para eliminar o bicampeão paraibano. No Botafogo, a comissão técnica preferiu poupar o time titular no jogo do final de semana contra o CSP, pelo Campeonato Paraibano. Mesmo assim, o clube venceu com facilidade, de goleada 3 a 0. Com o elenco mais descansado, o treinador Evaristo Piza espera que o time possa render o mesmo futebol que vem apresentando tanto no campeonato estadual como na Copa do Nordeste.

O elenco está muito motivado e a diretoria do Belo também. Um simples empate hoje em Campo Grande significa mais de R$ 700 mil em prêmio. No ano passado, o clube conseguiu a façanha, mas foi eliminado na segunda fase pelo Atlético-MG, jogando no Almeidão. O pensamento agora é chegar mais longe na competição, e conseguir melhorar ainda mais no Ranking Nacional de Clubes, além de ganhar uma maior premiação.

Filho de Bolsonaro chama ministro do governo de mentiroso

23 13UTC am12201900282019 13UTC 2018

Em rede social, o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ) acusou o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, de mentir ao dizer que conversou com seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, nesta terça-feira (3).

"Ontem estive 24h do dia ao lado do meu pai e afirmo: ´É uma mentira absoluta de Gustavo Bebbiano [sic] que ontem teria falado 3 vezes com Jair Bolsonaro para tratar do assunto citado pelo Globo e retransmitido pelo Antagonista´".

A afirmação foi feita na conta do vereador no Twitter.

Nesta terça, o ministro negou que esteja protagonizando uma crise no governo Bolsonaro e disse que trocou mensagens sobre o caso com o presidente.

A manifestação pública do filho do presidente reforça um cenário de desgaste do ministro, que enfrentou críticas internas após revelações do caso de candidatas laranjas do PSL nas eleições de 2018, quando ele era presidente interino do partido.

A pressão de Bolsonaro levou Bebianno a cancelar agendas, e aliados do presidente têm dito extraoficialmente esperar que ele peça para sair do governo.

Nesta quarta (13), a Folha de S.Paulo revelou que Bebianno liberou R$ 250 mil de verba pública para a campanha de uma ex-assessora, que repassou parte do dinheiro para uma gráfica registrada em endereço de fachada -sem maquinário para impressões em massa.

Anteriormente, após a Folha de S.Paulo revelar a suspeita sobre candidatura laranja em Pernambuco, Luciano Bivar, fundador do PSL e atual presidente da legenda, disse que a decisão de repasse de dinheiro para ela era do então presidente nacional do partido -no caso, Bebianno.

Na terça (12), a notícia publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo de que Bebianno levaria dois ministros para discutir obras na região amazônica também desagradou Bolsonaro, que determinou o cancelamento da viagem que ocorreria nesta quarta (13).

Oficialmente, Bebianno disse que a ida foi suspensa porque o presidente pediu que todos os ministros estivessem em Brasília no dia de sua saída do hospital, onde esteve internado desde 27 de janeiro para passar por uma cirurgia.

Por determinação de Bolsonaro, o ministro também cancelou agendas como uma reunião com o vice-presidente de Relações Institucionais da Rede Globo, emissora vista pelo núcleo familiar do presidente como hostil ao governo.

Bebianno disse à Folha de S.Paulo na terça que estava tranquilo e negou envolvimento com candidaturas laranjas do PSL -ele comandou interinamente o PSL entre janeiro e outubro de 2018.

"A minha parte está feita com perfeição. As contas foram aprovadas pelo TSE", disse

Suspensão das viagens de trens na Grande JP afetou mais de dois mil pa

23 13UTC am12201900282019 13UTC 2018

Uma média de 2.340 passageiros dos trens da Grande João Pessoa foi afetada com a suspensão das viagens causada pelas fortes chuvas desta quarta-feira (13). A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) na Capital suspendeu as operações dos veículos entre 8h e 14h.

O órgão informou que as viagens foram normalizadas às 14h. Mais cedo, havia muita água acumulada nos trilhos, ultrapassando 20 centímetros de altura da lâmina de água.

Ainda conforme dados da CBTU em João Pessoa, seis viagens completas três viagens parciais (Joao Pessoa/Cabedelo e Cabedelo/João Pessoa) foram canceladas.

Rodovias da Paraíba terão aumento de 115 radares de velocidade.

23 13UTC am12201900282019 13UTC 2018

As rodovias da Paraíba receberão 115 novos radares nos próximos meses. A previsão, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), é de que até junho de 2019 todos os equipamentos sejam instalados. A empresa que ganhou a licitação e está responsável pelo novo contrato é a Fiscal Tecnologia e Automação LTDA (Fiscaltech). O contrato que já está em vigor vai custar R$ 59.384.650,04.

De acordo com informações obtidas pelo ClickPB, a previsão atual é de instalação de 186 equipamentos na malha rodoviária federal da Paraíba, sendo 71 substituições de equipamentos antigos e 115 em novos pontos previstos. Atualmente, 30 equipamentos estão em instalação na região de Sousa, Cajazeiras, Uiraúna, Juazeirinho e Pombal.

De acordo com DNIT, a mudança de empresa foi feita após o término do contrato antigo, que operou até janeiro deste ano. "O consórcio Data Traffic-Mobit, que operava um total de 71 equipamentos eletrônicos de velocidade, instalados nas rodovias federais da Paraíba, dos quais 32 eram radares fixos e 39 barreiras eletrônicas, se encontrava em seu terceiro contrato emergencial, que expirou em 14/01/2019", informou o DNIT.

* Saiba mais: Contrato acaba e Dnit desistala radares nas rodovias

Ainda segundo o órgão, "os equipamentos pertenciam à empresa contratada, e o DNIT remunerava-a pela disponibilização e operação dos mesmos. Logo, com o término do contrato, a empresa iniciou o recolhimento de seus equipamentos, atendendo à uma exigência contratual", explicou o órgão. A licitação que sagrou vencedora a Fiscaltech ocorreu em 29/05/2017 pela modalidade pregão eletrônico.

Após a instalação dos equipamentos na região de Sousa, Cajazeiras, Uiraúna, Juazeirinho e Pombal, a empresa prosseguirá para a região de Campina Grande e entorno. Paralelo a isso, há uma segunda equipe se mobilizando para substituir os equipamentos na região metropolitana de João Pessoa, bem como para instalação dos novos equipamentos em novos locais. O cronograma em vigor, segundo o DNIT, indica que todos os equipamentos estarão instalados até julho deste ano.

As notificações começam após a aferição dos primeiros equipamentos. "Até o presente momento já temos equipamentos aferidos em 16 locais diferentes, e estamos apenas no aguardo do registro do Laudo pelo IPEM (Instituto Nacional de Pesos e Medidas) para colocá-los em operação, o que deve ocorrer até esta quinta-feira (14/02)", informou o DNIT.

Menor preço da gasolina volta a cair e o litro chega a R$ 3,786 em JP.

23 13UTC am12201900282019 13UTC 2018

Em menos de um mês o preço da gasolina apresentou nova queda. É o que revela a Pesquisa comparativa para combustíveis realizada pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) que registrou o menor preço do litro da gasolina sendo comercializada a R$ 3,786, no Posto Extra Petróleo, no bairro de Mangabeira. No dia 22 de janeiro, o menor preço era de R$ 3,869.

O levantamento de preços do Procon-JP constatou que, dos 104 postos em atividade em João Pessoa, 84 baixaram os preços, 16 mantiveram e um aumentou. Quanto ao maior, a gasolina manteve o mesmo da pesquisa anterior, em R$ 4,399 (Posto Ale - Bairro das Indústrias).

Outros combustíveis como o etanol também apresentou queda. O menor valor encontrado na pesquisa atual registrou leve queda, saindo de R$ 2,776 para R$ 2,759 (Opção - Mangabeira), o mesmo ocorrendo com o maior preço, que passou de R$ 3,299 para R$ 3,199 (Quadramares - Manaíra). Dezesseis estabelecimentos baixaram o valor do álcool, 80 mantiveram e dois aumentaram.

Diesel S10 - Já no menor preço do óleo diesel S10, foi verificada uma leve alta, passando de R$ 3,299 para R$ 3,333 (Extra Petróleo - Mangabeira) na comparação com a pesquisa anterior, com o maior preço se mantendo em R$ 3,991 (De Ville - Água Fria). Dezenove postos baixaram o preço do produto, cinco aumentaram e 65 mantiveram.

GNV - Nos gás natural veicular (GNV) foram mantidos os mesmos preços - menor e maior - da pesquisa do dia 22 de janeiro: R$ 3,690 (Metrópole - Torre), e R$ 3,740 (Santa Júlia - Epitácio Pessoa) respectivamente. Dos 13 postos que comercializam o produto na Capital, 10 mantiveram o preço, dois reduziram e um aumentou.

Aplicativos


 Locutor no Ar

Dj. Jefferson

Piloto Automático

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Anunciantes